26 agosto, 2017

Campanha de enfrentamento a violência contra a mulher é iniciada em santo Antônio dos Lopes

26 agosto, 2017
abertura da campanha
A Secretaria Municipal da Mulher de santo Antônio dos Lopes, realizou na manhã de sexta-feira 25, na Unidade Escolar Coração de Jesus, o lançamento da campanha de enfretamento a violência contra a mulher no município, numa adesão à campanha estadual, cujo tema é, “Uma Luta; Uma Conquista; Uma Lei.” Que visa discutir os avanços e desafios na aplicabilidade da lei de combate a violência contra a mulher, e comemorar os 11 anos da lei Maria da Penha.
alunos do 6º ao 9º ano 
O evento contou com a participação da primeira dama Gislene de Oliveira, secretários, vereadores, professores, representantes da sociedade civil e alunos do 6º ao 9º ano. A campanha será levada a todas as escolas da rede municipal da sede e zona rural, visando a participação de alunos, pais, mães e a população em geral, para que todos tenham conhecimento minucioso do projeto. 
Marta Carvalho - secretaria da mulher 
Segundo a secretaria municipal da mulher, Marta Carvalho, ainda é grande o número de mulheres que sofrem violência e permanecem caladas. “Com o projeto Uma Luta; Uma Conquista; Uma Lei, pela aplicabilidade plena da lei Maria da Penha, a gente quer fazer com que as mulheres entendam e compreendam que romper o silencio e procurar os seus direitos, é a melhor forma que elas têm, de também combater a violência doméstica e familiar.” Afirmou a secretaria
Gislene de Oliveira - primeira dama 
A primeira dama, Gislene de Oliveira, disse que o município por meio do prefeito Bigú de Oliveira, irá garantir total apoio para que a campanha alcance o maior número de pessoas possível. “É inadmissível que nos dias de hoje ainda se pratique violência doméstica e familiar, isso é algo inaceitável, por isso, vamos garantir total apoio a secretaria Marta Carvalho na realização dessa campanha.” Afirmou a primeira dama 
Maria Luzinete - Diretora escola coração de Jesus
A secretaria de educação, Raimunda Carvalho, garantiu que sua secretaria irá colaborar da melhor forma possível para que a campanha seja um sucesso. “Vamos abrir as portas de todas as nossas escolas da sede e zona rural, para que os alunos conheçam essa realidade atual e possam se preparar para um futuro sem qualquer tipo de violência.” Ressaltou a secretaria de educação 
publico presente
O sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras rurais que teve representado pela a sua secretaria de políticas para as mulheres, a senhora Maria Brandina, também garantiu o seu apoio a campanha. “Vamos estar juntos no combate a violência contra a mulher da sede e zona rural do município, fazendo com que seja aplicada a lei na punição dos agressores.” Afirmou a representante do STTR
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário