07 junho, 2017

Santo Antônio dos Lopes comemora conquista de meio Ambiente

07 junho, 2017
Daniel Campos - Secretário de Meio Ambiente SAL
Para que santo Antônio dos Lopes pudesse ter uma secretaria de meio ambiente forte, atuante e habilitada junto aos órgãos estaduais, federais, e, exercer suas competências nas áreas de proteção ambiental, unidades de conservação, parques municipais de lazer, arborização de ruas, praças e jardins, fiscalização e licenciamento ambiental, educação ambiental, licenciamento de obras, consultas e alvarás, fiscalização de obras e posturas, e, em especial na defesa e proteção animal. 

A gestão Cidade de Todos, por meio do jovem prefeito Bigú de Oliveira, nomeou como secretário Daniel Campos, que de imediato formou sua equipe, iniciando o planejamento para a tão sonhada habilitação da secretaria municipal de meio ambiente – SEMA. “O nosso primeiro passo foi estruturar a secretaria formando uma equipe com a finalidade de atender uma resolução da Secretaria de Meio Ambiente do estado, e legislação vigente. Hoje graças a Deus a nossa secretaria de meio ambiente está habilitada, e tem uma estrutura com dois engenheiros civis, um advogado especialista, um técnico ambiental, e pronta para oferecer o desenvolvimento sustentável que o município tanto precisa e merece.” Afirmou o secretario 
Coelho Junior - Advogado
Segundo o Advogado Coelho Junior, graças ao esforço conjunto de toda a equipe envolvida no processo, e o apoio do prefeito Bigú de Oliveira, o município pode comemorar essa conquista histórica, que garantiu um órgão ambiental com atribuições e competências para exercer o controle Ambiental, licenciar e fiscalizar atividades que antes eram de competência apenas do estado. “Agora uma das prioridades é a elaboração do plano municipal de saneamento básico, destinação e tratamento de resíduos sólidos, o que a gente chama de tratamento do lixo. Inclusive já foram feitas reuniões com a presença do prefeito Bigú, prefeito de Capinzal do Norte e Lima Campos, para a formação de um consórcio que visa a destinação final e beneficiamento do lixo produzido pelos três municípios.” Ressaltou o Advogado 

Ainda sobre a habilitação da secretaria de meio ambiente – SEMA, o município será fortalecido economicamente por conta das arrecadações agora de sua competência, e o amplo poder de execução de um plano eficaz de desenvolvimento sustentável, que poderá servir como modelo para todos os municípios da região.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário