25 fevereiro, 2017

TIMBIRAS: Após anos de abandono a associação de moradores do bairro são Sebastião volta sonhar com dias melhores.

25 fevereiro, 2017
Francisco Lima - Presidente 
A tarde do dia 18 de fevereiro foi sem dúvida muito importante para a AMBASS (associação dos moradores do bairro de são Sebastião) as 14h00 foi realizada a posse da nova diretoria eleita por aclamação pelos sócios no dia cinco de fevereiro. 

O novo presidente Francisco Lima falou da importância do apoio de todos que fazem a nova diretoria, em prol de uma nova associação que possa oferecer ações e serviços que os associados merecem. “Estamos convictos da nossa responsabilidade, e vamos buscar todas as alternativas para fazer essa associação voltar a representar de verdade o nosso bairro, vamos buscar condições para o resgate das festividades e cursos que possam criar possibilidades de inserir as pessoas no mercado de trabalho ou trabalharem por conta própria.” Essa é a nossa missão disse o presidente. 

Os diretores recém empossados firmaram compromissos perante os presentes, e reconhecem as dificuldades que serão enfrentadas mediante a situação em que a associação foi encontrada, um descaso total com a entidade que representa um dos bairros mais importante do município, e que durante muito tempo ficou adormecida sem oferecer benefício algum aos seus associados.

nova diretoria
O senhor Edivaldo Portácio fez um breve relato do que a nova diretoria já realizou até o momento em prol do resgate da associação de moradores do bairro e citou a regularização do CNPJ no valor de R$ 600,00(seiscentos reais) deixando a entidade habilitada junto à receita federal, religação da água da associação, recadastramento e inclusão de novos sócios, levantamento da situação da energia da sede e casa de farinha, que ficaram cortadas por falta de pagamento, e com um debito de R$ 743.56 (setecentos e quarenta e três reais e cinquenta e seis centavos). “Encontramos a documentação rasurada sem nem uma prestação de contas nos últimos seis anos, não tem um computador em condições de uso, a entidade também não dispõe de móveis como cadeiras ou mesas, não dispomos de caixa para armazenar agua, o que recebemos foi uma entidade no fundo do poço, e aos poucos estamos resgatando e colocando em atividade.” Disse Edivaldo Portácio. 



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário