08 fevereiro, 2017

“Não quero morrer”, diz coroataense que implora por cirurgia

08 fevereiro, 2017
Antônio José da Silva Santos, de 43 anos, descobriu recentemente que sofre de cálculo renal e precisa com urgência passar por um procedimento cirúrgico. Após procurar o sistema público de saúde, o pai de cinco filhos e que está sem poder trabalhar, conseguiu marcar a cirurgia para o dia 15 de fevereiro, mas teme não resistir até o dia marcado.
O programa local Coroatá na TV foi procurado para levar o caso ao conhecimento de todos, em uma campanha para que o procedimento cirúrgico seja antecipado. Antônio José contou que não consegue urinar e que sofre com as fortes dores durante a noite. Disse ainda que a demora seria pela falta de leito no Hospital Macrorregional de Coroatá.
Em desespero, o morador da Rua da Bromélia, na Vila Tereza Murad, pediu “pelo amor de Deus” que alguém fizesse algo, pois acredita que não conseguirá resistir até o dia da cirurgia.
Coroatá Online

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário