29 janeiro, 2017

Timbiras: combater a dengue, uma responsabilidade de todos.

29 janeiro, 2017
A Dengue como doença só existe devido à presença do mosquito Aedes aegypti em nosso meio ambiente, pois ele é o transmissor da doença.

Para evitar a sua propagação, há necessidade de eliminarmos os locais que acumulam água e servem de criadouro para o mosquito, principalmente nas residências, quintais e construções em andamento ou abandonadas.

O senhor, Hildeberto Ribamar de Sousa, funcionário da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), diz ver com grande preocupação alguns comportamentos que são favoráveis a reprodução do mosquito, como por exemplo, as construções que por algum motivo os donos deixam os depósitos cheios de água limpa, onde a larva do mosquito vai se reproduzir com muita facilidade. “Nós estamos numa época de grande incidência, período em que as larvas se reproduzem com muita facilidade, então é preciso ter muito cuidado, não podemos esperar só pelo poder publico, é preciso que cada um faça a sua parte.” Afirmou o servidor da FUNASA.

Lesuir Mousinho, Sec. de Saúde
O portal, www.noticiasdahora,net,br, conversou com o secretario Municipal de saúde, Lesuir Mousinho, para saber quais as ações que estão sendo planejadas no combate ao mosquito da dengue. Na oportunidade ele afirmou que na segunda feira (30) está agendada uma reunião com a gerencia regional de saúde em Codó, para planejar uma grande campanha para Timbiras. “O município vai fazer tudo que estiver ao seu alcance no combate ao mosquito da dengue, mas é preciso a participação ativa da população nos apoiando nessa campanha que tem que ser de todos nós, pois só assim poderemos ter sucesso nesse combate ao mosquito.” Disse o secretario.

A dengue é uma doença viral que pode ser dolorosa e prejudicial, e é comum em áreas endêmicas. Ela é transmitida por mosquitos infectados, afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Apenas no Brasil, mais de 1.6 milhões de pessoas foram afetadas pela dengue em 2015. Por, isso, a necessidade de cada um fazer a sua parte, e muito bem feito. 





Reações:

0 comentários:

Postar um comentário