13 janeiro, 2017

Timbiras: apenas três policiais na luta contra o crime

13 janeiro, 2017
A bastante tempo a população de Timbiras vem convivendo com uma situação de instabilidade na segurança pública da cidade, a cada dia que passa vem aumentando muito o número de roubos de celulares, motocicletas, arrombamentos e assaltos a casas comerciais em plena luz do dia.

Elias Mendes
O empresário Elias Mendes, proprietário de uma loja de manutenção e vendas de celulares, já teve sua loja arrombada várias vezes, acumulando um prejuízo de aproximadamente 35 mil reais, mesmo após ter feito um investimento com reforço de grades e câmeras de monitoramento. “A gente hoje se encontra numa situação que não sabe mais o que fazer, a gente já não consegue mais dormir sossegado, porque não tem a certeza de chegar pela manhã e o estabelecimento da gente não ter sido invadido por marginais, pra mim já estamos vivendo numa situação de caos total. “Enfatizou o empresário.

João Batista
Quem também está preocupado com essa situação de constantes assaltos na cidade é o gerente comercial João Batista, que segundo ele a loja em que trabalha foi assaltada recentemente por volta de meio dia, somando um prejuízo de aproximadamente 25 mil reais. “Infelizmente tem sido assim, todos os dias se ouve falar em assalto ou arrombamento na cidade, e alguma coisa tem que ser feita para garantir a tranquilidade das pessoas e dos proprietários de estabelecimentos comerciais. “Disse o gerente.

O sargento Felix que estava de licença prêmio retornou ao trabalho e assumiu o comando do 3º pelotão de polícia de Timbiras, e ressaltou que o Major Udson garantiu total apoio para que sejam tomadas todas as medidas necessárias para manter a ordem e segurança no município. “É uma situação muito complicada trabalhar com um número efetivo de apenas três policiais, tendo em vista a facilidade das várias rotas de fugas desses elementos. A outra situação é que eles estão aproveitando o horário de almoço dos policiais para cometerem os assaltos, mas estamos traçando estratégias para inibir essas ações na cidade. “Disse o sargento.

A segurança pública é de total responsabilidade do Estado que em Timbiras está representado por quatro policiais Civis, sendo um delegado, dois investigadores e um escrivão. A polícia militar dispõe apenas de três bravos policiais que são responsáveis por 28 mil habitantes. 

Queremos ressaltar que ao longo dos anos o Estado vem se omitindo de sua responsabilidade com a polícia militar de Timbiras, deixando a mesma à mercê da boa vontade dos gestores municipais, que por sua vez se sentem na obrigação de oferecer ajuda para melhorar as condições de trabalho desses profissionais, que atualmente estão sofrendo com as péssimas condições da estrutura física do prédio do 3º pelotão, que apresenta goteiras, rachaduras nas paredes e banheiros em condições deploráveis. .
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário