13 janeiro, 2017

A DOIS PASSOS DA CADEIA: ASSIM ESTÁ A EX-PREFEITA DE CHAPADINHA, DANÚBIA CARNEIRO

13 janeiro, 2017
Screenshot-2017-01-11-at-18.07.38
A ex-prefeita, atual primeira-dama e secretária de Governo de Chapadinha pode acabar sendo presa. É que a 1ª Promotoria de Justiça da Comarca da cidade ingressou com três Denúncias por crimes de responsabilidade contra Danúbia Loyane de Almeida Carneiro, esposa do atual prefeito de Chapadinha Magno Bacelar. As Denúncias são baseadas na falta de prestação de contas de três convênios firmados entre o Município e o Estado do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, quando Danúbia era prefeita do município no período de 2009 a 2012.

Os três convênios previam o repasse de R$ 200 mil reais, cada um, ao Município, para a realização de três eventos: Festival de Verão 2012, São João 2012 e Carnaval 2012. Os recursos foram devidamente disponibilizados pelo Estado do Maranhão, conforme comprovação por meio das Notas de Empenho e Ordens Bancárias.

Nos três casos, havia a previsão de que a prestação de contas deveriam ser feitas em até 60 dias após o término da vigência dos convênios. As prestações deveriam ser feitas até 30 de julho (Carnaval), 30 de setembro (São João) e 30 de outubro de 2012 (Festival de Verão), o que não aconteceu.

A Prefeitura de Chapadinha foi notificada pela Secretaria de Estado da Cultura a respeito da ausência das prestações de contas e, mesmo assim, não cumpriu com a obrigação prevista nos convênios.

Nas Denúncias, o promotor de justiça Douglas Assunção Nojosa observa que “não se tem notícia ou comprovação de que os recursos públicos transferidos pelo Estado do Maranhão ao Município de Chapadinha tenham sido efetivamente aplicados nos termos do convênio”.

O Decreto-Lei n° 201/1967, que trata dos crimes de responsabilidade, prevê pena de detenção, de três meses a três anos, para os casos de falta de prestação de contas da aplicação de recursos públicos no tempo devido.

Cabe agora a Justiça avaliar as denúncias.

Fonte: Blog do Minard
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário