22 dezembro, 2016

PRESIDENTE DA CÂMARA DE GODOFREDO VIANA É PRESO ACUSADO DE MANDAR MATAR COLEGA DE PARLAMENTO

22 dezembro, 2016
img_7819-1-426x640O presidente da Câmara de Vereadores de Godofredo Viana, Francisco do Nascimento Gama, o Chico Vila Nova, de 40 anos, foi preso, nesta quarta-feira (21), por suspeita de envolvimento na morte do vereador eleito Cesar Augusto Miranda, assassinado no início de dezembro após ser diplomado.

Segundo o delegado regional de Zé Doca, Samuel Farias, ele teria tentado negociar sua permanência na presidência da câmara de vereadores, mas como não conseguiu influenciar a vítima, optou por medidas mais drásticas como, por exemplo, o assassinato de Cesar Augusto.

O crime ainda contou com a participação do vereador José Gomes da Silva, 47 anos, que foi preso no último dia 12 depois da polícia constatar nas imagens de câmeras de segurança da farmácia onde ocorreu o crime, que um dos executores era próximo dele.

O que teria motivado José Gomes a mandar assassinar Cesar Augusto, segundo o delegado, seria o fato de ter sido eleito para suplência da vítima nas últimas eleições. O objetivo dele era assumir a titularidade com a morte do comerciante e posteriormente votar pela permanência de Francisco Nascimento na presidência da câmara.

De acordo com o delegado, a polícia está em busca dos autores dos disparos que vítimaram o vereador eleito Cesar Augusto. Os dois ainda estão foragidos.

Entenda o caso

O vereador Cesar Augusto Miranda (PR) foi executado em uma farmácia, na noite da última quarta-feira (7), no município de Godofredo Viana, a 860 quilômetros de São Luís. Ele foi o quinto mais votado, entre os eleitos no município em 2016, com 265 votos.

O crime foi cometido por dois homens que chegaram ao estabelecimento comercial de propriedade da vítima e efetuaram disparos contra César Augusto. ‘Cesar da Farmácia’ foi diplomado na manhã do dia do crime pela juíza Lewman de Moura Silva, da 64ª Zona Eleitoral, durante cerimônia realizada no Salão Paroquial do município.

Fonte: g1 maranhão

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário