06 dezembro, 2016

PREFEITA DE GOV. EUGÊNIO BARROS PODE TER MANDATO CASSADO POR COMPRA DE VOTOS

06 dezembro, 2016


Daluz
Na cidade de Governador Eugênio Barros – MA, a população espera de forma fervorosa a cassação dos mandatos da Prefeita eleita Daluz, seu vice Nabi Madeira e do vereador Renato Lima (Renatinho), os mesmos foram denunciados por compra de votos (Reveja a matéria aqui). Como foi publicado neste blog, a coligação “Um novo rumo para Governador Eugenio Barros”, que teve como candidato a prefeito, Rogerio do Conal e vice Neto do Janjão, protocolou uma ação no TRE da cidade no dia 11 de novembro contra a prefeita reeleita Daluz e o vice Nabi Madeira, vencedores pela Coligação “Juntos Somos Mais Fortes”, o processo entrou em trâmite legal no Cartório Eleitoral 108 zona em Gov. Eugênio Barros em competência da Juíza Sheila Silva Cunha.

Daluz é acusada de abuso de poder econômico e compra de votos, os fatos foram presenciados pelo Promotor de Justiça e comprovados pelo Delegado de Policia Civil. Outro fato que chamou a atenção da população da cidade foi a grande ostentação de dinheiro por parte de aliados da prefeita em redes sociais, fato que mostra que o uso do grande poder econômico estava às claras no grupo da Daluz, mesmo a campanha tendo limites gastos bem baixos.

Lembramos que a famosa compra de votos, espécie do gênero abuso do poder econômico, “está prevista no art. 41-A da Lei nº 9.504/1997 e busca reprimir doação, oferecimento, promessa, ou entrega, ao eleitor, pelo candidato, com o fim de obter-lhe o voto, bem ou vantagem pessoal de qualquer natureza, inclusive emprego ou função pública, desde o registro da candidatura até o dia da eleição, inclusive, sob pena de multa de mil a cinquenta mil Ufirs, e cassação do registro ou do diploma.”

A população de Eugenio Barros já se manifesta nas redes sociais, aguardando de forma ansiosa que a Juíza Sheila Silva Cunha que responde pelo Cartório Eleitoral da cidade assine o processo de cassação de mandato antes do recesso de fim de ano que iniciará no dia 20/12/2016, a população da cidade já cogita realizar manifestações populares pelas ruas contra a diplomação que acontecerá no dia 15/12/2016 da até então prefeita Daluz. Nós acreditamos na Justiça, o abuso de poder econômico e compra de votos por parte de um candidato, só mostra que o mesmo não tem compromisso com a sua população e nem respeito com a lei a qual ele deve seguir. Aguardamos de forma acreditada que o processo de cassação que já se encontra na mesa da Juíza logo será assinado, mostrando para toda a população de o poder econômico não é maior que a Justiça.

Fonte: Blog do de Sá
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário